Por ser um material belo e delicado, que, apesar de sua semelhança, não é um plástico comum, parecendo-se mais com o cristal, relacionamos algumas dicas de como conservar o acrílico, restaurar o seu brilho e eliminar riscos.

Deve-se limpar com um espanador de pó e, caso necessário, usar um pano umedecido ou lavar as peças com água e sabão neutro, para eliminação de sujeiras.

Evite o uso de substâncias abrasivas, como sapólio, ou solventes, como álcool ou tíner, que danificam o material.

Para restaurar o brilho ou eliminar pequenos riscos no objeto, deve-se polir manualmente o local com panos limpos e macios, impregnados com polidores para móveis ou específicos para plásticos. O polimento também consegue retirar, com muito mais facilidade, as sujeiras como graxa, manchas e outras substâncias oleosas.

Em hipótese alguma se deve utilizar, na limpeza, esponjas ásperas, muito menos de aço.

É comum as pessoas passarem nas peças um pano já utilizado em outros objetos, porém, isto deve ser evitado, porque a poeira agarrada ao tecido também risca o acrílico.

Não usar também substâncias abrasivas, como sapólio, ou solventes, como álcool ou tíner, que o danificam.

Para eliminar riscos mais profundos de produtos nossos, mande-nos um email, que orçaremos o polimento industrial para a eliminação de riscos profundos.

100% reciclável, o acrílico é um forte aliado na preservação do planeta!

Nos últimos anos, a preocupação com a escassez dos recursos naturais deixou de ser pauta apenas de grupos ativistas para se tornar tema constante de governos, empresas e consumidores. Receosos com o impacto que o desenvolvimento tem gerado no meio ambiente, cidadãos, imprensa e organizações têm cobrado uma postura sustentável das empresas e exigido delas um maior cuidado com o meio ambiente. Assim, essa “onda verde” tem causado um impacto positivo em setores como o da construção civil. No Brasil, o número de construções desse tipo cresce em ritmo constante, fazendo com que o País, em oito anos, ocupe a quarta posição no ranking mundial de construções sustentáveis, de acordo com o órgão internacional Green Building Council (US GBC).

E é justamente nesse cenário que o acrílico mais uma vez demonstra suas qualidades e diferenciais por ser um material 100% reciclável que, quando descartado, pode ser novamente transformado em chapas que são utilizadas para uma infinidade de aplicações como objetos decorativos, displays comerciais e acessórios femininos. Todo esse processo é possível por ser o acrílico um termoplástico que não sofre alterações significativas na sua estrutura química durante o reaproveitamento, permitindo ser fundido após o processo de recuperação do monômero de metacrilato de metila.

Além disso, trata-se de um material extremamente valioso no mercado de reciclagem quando comparado a outros plásticos, o que faz com que o seu índice de reaproveitamento seja bastante alto: de acordo com estimativas do setor são recicladas no País aproximadamente duas mil toneladas por ano de chapas e resinas acrílicas. Número esse que só não é maior porque o acrílico, além de muito durável, é utilizado na produção de bens que também possuem longa vida, só sendo descartado no caso de quebra ou se o produto chega ao final de sua vida útil.

As principais características do acrílico são sua rigidez e resistência a impactos. Por ser um material não poroso, o acrílico é difícil de quebrar. É sensível ao entalhe, não estilhaça, como o vidro, e seus pedaços não são cortantes. Também por não ser poroso, é o único material que entra em UTIs neonatais, pois não deixa espaço para a formação de colônias de bactérias e fungos, ou seja, é anti-bactericida.

É o material mais transparente. Possui transparência de 98%, contra 92% do vidro.

Possui alta resistência mecânica, facilidade de transformação e reaproveitamento, fácil manutenção, alta durabilidade, especialmente com relação à duração das cores, alta resistência ao tempo e a fenômenos naturais, como chuva, sol, poluição, etc. É melhor transmissor e refletor de luz que os espelhos. Possui tempo de degradação na natureza relativamente baixo. Sendo este atóxico, o que permite uma série de aplicações, além da possibilidade de moldagem e pigmentação.